Sábado, 30 de Janeiro de 2016

8.10.2006

Na Rússia liderada por um agente do KGB, uma jornalista altamente incómoda aparece morta nas vésperas de publicar uma reportagem sobre a tortura na Tchetchénia; nos Estados Unidos presididos por um incapaz rodeado por um punhado de bandidos, Bob Woodward publica State of Denial, um livro com perspectivas sombrias para o desenrolar da guerra no Iraque e que causará grandes dores de cabeça à camarilha presidencial. Apesar de tudo, Woodward não terá a mesma sorte da sua infeliz e corajosa colega russa.

publicado por RAA às 16:34
link do post | favorito
Domingo, 24 de Janeiro de 2016

5.10.2006

Estou com a barriga à altura das balas, ó valha-me deus!

publicado por RAA às 19:18
link do post | favorito (1)
Sábado, 23 de Janeiro de 2016

5.10.2006

Hoje é feriado? Não me apetece nada celebrar a mudança de moscas do 5 de Outubro. Ainda por cima para acabar em chavascal no horrendo 28 de Maio. Para mim, só faz sentido comemorar o 25 de Abril, que nos libertou do estado policial, liquidou o império e nos deu da Europa uma perspectiva de cidadania, onde antes havia exportação disfarçada de mão-de-obra barata.

publicado por RAA às 22:54
link do post | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016

2.10.2006

Pinheiros

 

pinheiro devastado
arrancado à infância
arrancada às raízes

pinheiros meus árvores
arrancadas à devastada
infância em flor 

 

publicado por RAA às 13:02
link do post | favorito (1)
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016

28.9.2006

Hoje, no Público, José Pacheco Pereira pronuncia-se a favor da adesão da Turquia à União Europeia, com um argumento geo-político essencial: «A Turquia não é um pequeno país, é uma potência regional, com uma área de influência que se estende das repúblicas asiáticas à China. E, para além disso, entra para a UE um dos poucos exércitos credíveis existentes na Europa. [...] Para a estabilidade da Europa, precisamos da Turquia e da Turquia do nosso lado.»

A herança cultural turca é enorme, nomedamente nos Balcãs; os turcos (etnia proveniente das estepes asiáticas, como os húngaros e os finlandeses) são Europa e estão na Europa há séculos, fazendo tanto sentido a sua adesão como a dos romenos e búlgaros, agora à soleira da porta.

É duma Turquia laica que falo, duma Turquia integralmente respeitadora da liberdade dos seus cidadãos, incluindo da dos curdos, uma Turquia que respeita a integridade de Chipre, uma Turquia que reconheça o seu passado para o bem e para o mal, como o tem de fazer relativamente à Questão Arménia. É uma Turquia de cidadãos europeus, em Istambul, em Ancara, em Esmirna, cuja modernidade não perde em confronto com a de muitas regiões da União Europeia. É evidente que há problemas, há atavismos seculares, há primitivismo, como existe entre nós meia dúzia de quilómetros andados para lá de Lisboa ou do Porto. Finalmente, durante séculos, o Império Otomano serviu de refúgio aos perseguidos religiosos, designadamente aos judeus, aos judeus portugueses, convém lembrar. Por isso, nestes tempos difíceis de fanatismo religioso, de terrorismo em nome da religião, há que estender a mão a um país de grande dimensão e dignidade que anseia (tal como nós ansiámos) por estar na Europa democrática, livre e laica a que pertence por direito.

publicado por RAA às 13:41
link do post | favorito
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2016

25.9.2006

Pecha velha (auto-crítica). Não consigo escapar ao entimema.

publicado por RAA às 23:04
link do post | favorito (1)

25.9.2006

A propósito do MIC. A democracia há muito que se vive à margem dos partidos. Por este andar, acabará por exercer-se contra os partidos, contra estes partidos.

publicado por RAA às 13:05
link do post | favorito
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016

21.9.2006

Ocorrência. Perdi o lápis no mar do Guincho.

publicado por RAA às 13:46
link do post | favorito (1)
Sábado, 2 de Janeiro de 2016

18.9.2006

I'm a poor lonesome cowboy...  Estou há largas semanas para assinalar aqui a edição histórica dos quatro primeiros álbuns de Lucky Luke, até agora inéditos em Portugal: A Mina de Ouro de Dick Digger, Rodeo, Arizona e Sob o Céu do Oeste. Algumas destas estórias foram, no entanto, publicadas entre nós por Adolfo Simões Müller, mas em revista, no mítico Cavaleiro Andante.

Pela imagem junta vemos o cowboy que dispara mais rápido que a própria sombra com traços ainda muito incipientes, traços que espelham uma grande influência dos desenhadores da Disney. Jolly Jumper, que com o seu dono aparece logo em «Arizona» (1947), nas páginas da revista Spirou, era ainda e só um intrépido cavalo...
Morris foi injustamente menosprezado, quando confrontado com o magnífico René Goscinny, autor dos argumentos a partir de certa altura; menosprezo que é injusto, sabem-no aqueles que como eu estão na casa dos 40 anos e puderam apreciar as narrativas impressas entre nós pela velha Editorial Íbis, dando-nos a conhecer a mestria da abordagem humorística do excelente belga à tradição do Oeste americano, como sucedeu com as figuras dos Dalton (Fora da Lei, Os Primos Dalton) e Roy Bean (O Juiz), que nada ficam a dever ao melhor Lucky Luke da parceria estabelecida com Goscinny. Este, genial, com um humor finíssimo -- o mesmo que lemos em Astérix --, viria a potenciar todo o material já existente; mas todo o espírito da série é devido ao seu criador. O pós-Goscinny conheceu, é verdade, altos e baixos, mas começa e termina com dois picos assinaláveis desta nova fase: O Esconderijo dos Dalton (Morris de novo a solo) e O Profeta (com argumento de Patrick Nordmann).
O que me interessa agora, porém, é dar quatro tiros de Colt 45 para o ar, um por cada título com a chancela das Edições Asa, que assim dão a conhecer ao público português as primícias de Maurice de Bevere (Morris) e da sua imortal criatura, cujo cavalo velocíssimo revelava uma inacreditavel lentidão a jogar xadrez...
publicado por RAA às 16:56
link do post | favorito

.mais sobre mim

.tags

. todas as tags

.pesquisar

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

blogs SAPO

.subscrever feeds